domingo, janeiro 20, 2008

NOVO DICIONÁRIO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Alevantar - O acto de levantar com convicção, com o ar de 'a mim ninguém me come por parvo!... alevantei-me e fui-me embora!'.

Aquele Abraço - e nunca o outro! Para quem se quer distinguir da turma do Forte Abraço.
Aspergic - Medicamento português que mistura Aspegic com Aspirina.
Assentar - O acto de sentar, só que com muita força, como fosse um tijolo a cair no cimento.

Blutut - Prótese de orelha que deixa o seu utilizador mesmo com cara de blutut.
Capom - Porta de motor de carros que quando se fecha faz POM!
Destrocar - Trocar várias vezes a mesma nota até ficarmos com a mesma.

Diodén - Orgão do aparelho degistivo sujeito á ocorrência de urceras.
Disvorciada - Mulher que se diz por aí que se vai divorciar.
É assim - Talvez a maior evolução da língua portuguesa. Termo que não quer dizer nada e não serve para nada. Deve ser colocado no início de qualquer frase. Muito utilizado por jornalistas e intelectuais.

Egigir - Acto de reclamar para si com firmeza.
Entropeçar - Tropeçar duas vezes seguidas.
Eros - Moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.
Exensar - Termo que, para ser bem utilizado, tem que ser dito rapidamente para que algumas pessoas percebam que se quer dizer 'deves pensar'.
Falastes, dissestes e afins - Articulação na 4ª pessoa do singular. Ex.:EU falei, TU falaste, ELE falou, TU FALASTES.

Fosca-se - Acto de tornar fosco, penso eu de que.
Fracturação - O resultado da soma do consumo de clientes em qualquer casa comercial. Casa que não fractura... não predura.
Inclusiver - Forma de expressar q percebemos de um assunto. E digo mais:eu inclusiver acho esta palavra muita gira.
- A forma mais prática de articular a palavra MEU e dar um ar afro à língua portuguesa, como 'bué' ou 'maning'. Ex.:Atão mô, tudo bem?

Môr - substitui frequentemente o fôfo no desenvolvimento do romance entre a repositora do hiper e o segurança.
Nha - assim como Mô, é a forma mais prática de articular a palavra MINHA.Para quê perder tempo, não é? Fica sempre bem dizer 'Nha Mãe' e é uma poupança extraordinária.
Númaro - Já está na Assembleia da República uma proposta de lei para se deixar de utilizar a palavra NÚMERO, a qual está em claro desuso. Por mim,acho um bom númaro!
Parteleira - Local ideal para guardar os livros de Português do tempo da escola.
Perssunal - O contrário de amador. Muito utilizado por jogadores de futebol. Ex.: 'Sou perssunal de futebol'. Dica: deve ser articulada de forma rápida.
Pitaxio - Aperitivo da classe do 'mendoim'.
Prontus - Usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um 'prontus'! Fica sempre bem.
Prutugal - País ao lado da Espanha. Não é a Francia.

Resistar - O euromilhões, o totoloto. A compra de biatura também egige resisto.
Rondana - Uma roldana que ronda à volta de si mesma.
Quaise - Também é uma palavra muito apreciada pelos nosso pseudo-intelectuais. Ainda não percebi muito bem o quer dizer, mas o problema deve ser meu.

Saúdinha da Boa! - que da má não interessa a ninguém!
Shampum - Líquido para lavar o cabelo que quando cai na banheira faz PUM.
Stander - Local de venda. A forma mais famosa é, sem dúvida, o 'stander' de automóveis.
Tipo - Juntamente com o 'É assim', faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada e não servir para nada,pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo tás a ver?
Treuze - Palavras para quê? Todos nós conhecemos o númaro treuze.

Tudo de bom - Nova e maravilhosa formula da lingua Portuguêsa que encerra qualquer encontro suburbano substituindo o tradicional, mas obsoleto, adeus. Para os benévolos e optimistas que pensem tratar-se duma adaptação do tradicional ''All the best!'' britânico, desiludam-se, há quanto tempo não comem rodizio?

Urcera - Disturbio no aparelho digestivo, frequentemente no diodén.
Vosso mail - Se alguém não atende o telemóvel obviamente que vai para o vosso mail-

1 comentário: