terça-feira, março 25, 2008

VAMOS REPENSSAR TUDO...



Eu tinha ouvido algumas coisas sobre este acontecimento, mas tenho andado tão ocupado que nem me apercebi da gravidade. Depois de ver as imagens, fiquei perplexo, indignado, envergonhado e porque não estupefacto. Não pela atitude condenável da professora que tirou o telemóvel da mão da jovem (que acredito já deveria estar farta de chamar a atenção da mesma para não pensar que haveria outra forma mais certa de resolver o problema), mas pela juventude que nós temos.
É claro que há jovens e jovens e nem todos se englobam no mesmo "saco", mas a grande maioria dos jovens de hoje têm uma péssima educação e uma péssima formação.
É certo que alguns devido à falta de diálogo, presença e formação que muitos pais hoje em dia não podem dar, devido ao próprio stress do dia-a-dia de quem se levanta cedo para ir trabalhar e chega tarde e exausto a casa, com pouca ou nenhuma paciência para ouvir e conversar com os filhos.
A grande parte dos jovens de hoje, tem tudo aquilo que os jovens do meu tempo nem sonhavam ter. Os pais pensam que podem compensar os filhos dando-lhes tudo, desde telemóveis, computadores, carros, motas, cartões multibanco,etc... mas falta o principal e que para mim é imprescindível, os verdadeiros valores da vida.
O meu pai pouco me pôde dar de valor monetário, mas nos poucos anos que o pude ter a meu lado, deu-me muito. Deu-me o que não se compra com dinheiro.
Ensinou-me a respeitar, a saber o que é certo e o errado, o que é bom e o que é mau, coisas pequenas e tão simples que hoje sei que fizeram de mim a pessoa que sou e que com certeza me serão úteis para educar os meus filhos para o futuro.
Quanto aos jovens envolvidos nestas tristes imagens...mais palavras para quê!

5 comentários:

carla granja disse...

ola amigo! tens razao palavras para que ..eu nao sei da historia pois tou no canada a passar ferias mas vi agora as imagens e fiquei perplexa ... espero por ti no meu blog se assim tiveres um tempinho e sexta feira tou fazendo anos
bjo
carla granja

Luz disse...

Segundo li foi-lhe tirado o telemóvel porque atendeu uma chamada da mãe...

uma nova vida disse...

OLÁ... sou brasileira e professora.. hehee... acho lamentável, mas ainda mis surpresa em ver que as pessoas tentam ainda achar o porquê... porquê lea tirou.. etc,... não é bem assim...porquê não interessa, o resultado é que é lamentável e assutador. Tenho 2 filhos adolescentes e onde vão, os acham muito maduros pra idade deles... e sabe por qeu? porque pedem licença, falam obrigada... essas coisas... uma professora deles, me disse que se assuta em ver como eles são tão diferentes dos demais... que eles não estão vivendo a adolecência... será?? eles sãoi livres, são independentes, os criei assim, mas não os criei para que possam dar vergonha à sociedade... a liberdade com amor, com instrução para auto-limiters é fundamental.. ai, acho que estou falando demais... me empolgo com esses assuntos...
beijos!

uma nova vida disse...

OLÁ... sou brasileira e professora.. hehee... acho lamentável, mas ainda mis surpresa em ver que as pessoas tentam ainda achar o porquê... porquê lea tirou.. etc,... não é bem assim...porquê não interessa, o resultado é que é lamentável e assutador. Tenho 2 filhos adolescentes e onde vão, os acham muito maduros pra idade deles... e sabe por qeu? porque pedem licença, falam obrigada... essas coisas... uma professora deles, me disse que se assuta em ver como eles são tão diferentes dos demais... que eles não estão vivendo a adolecência... será?? eles sãoi livres, são independentes, os criei assim, mas não os criei para que possam dar vergonha à sociedade... a liberdade com amor, com instrução para auto-limiters é fundamental.. ai, acho que estou falando demais... me empolgo com esses assuntos...
beijos!

teenager disse...

Acho que a chavala fez muita bem. O telemóvel é uma coisa pessoal, não era p´ra cota tirar, ainda por cima podia ser uma chamada importante! Os profs não passam de uns inúteis a passear-se nas escolas. Ninguém quer saber do que eles dizem, porque de nada nos vai servir!