segunda-feira, julho 21, 2008

LINDA DE SUZA


Hoje resolvi relembrar uma figura dos anos oitenta, que por influencia dos meus pais, ouvia com muita frequência. É sempre bom relembrar o passado, e porque não, dar a conhecer aos mais jovens uma figura importante da música portuguesa já esquecida por muitos.

Nasceu Teolinda Joaquina de Sousa Lança, a 22 de Fevereiro de 1948, numa aldeia alentejana. De Beringel, rumou a Lisboa, foi internada pela mãe no Asilo D. Pedro V, onde viveu dos cinco aos 11 anos. Mudou-se então para a Amadora e, aos 20, nasceu João, filho de um primeiro amor que não viria a durar. Em 1973, deu o ‘salto’ definitivo para França, passando a fronteira a pé, na clandestinidade, com o filho nos braços e uma mala de cartão. A mala viria a inspirar o livro ‘A Mala de Cartão’ (1984), que ainda serviria de base a um musical (protagonizado por Linda de Suza) e uma série de televisão.

Nos anos 80, a ex-criada de quarto de hotéis atraía multidões e ilustres ao Olympia e vendia milhões de discos. Aos 59 anos é avó de dois netos (de 14 e 19 anos).

«Quando ela [a mãe] ceifava, eu estava no asilo. Ninguém se preocupou comigo. Depois, quando vim para França, também ninguém da minha família se preocupou em saber se estava bem. Ninguém. Mas quando saiu o primeiro disco estavam todos ali.»
CORREIO DA MANHÃ online, 7.Março.2007

2 comentários:

Elisabete disse...

Chuva chuva chuvinha...bla bla bla... chuva chuva chuvinha vem cair na nossa terra! Oh teixeira e k tal fundarmos um grupo de fas da Linda de Suza???????????????

Fã da Linda disse...

Eu sou a favor da criação desse clube de fãs! A Linda bem o merece!