segunda-feira, junho 08, 2009

JÁ ERA TEMPO DE DIZER BASTA AO PS

O PSD foi o grande vencedor destas eleições para o parlamento europeu, que muito pouco tiveram de europeias, baseando-se quase em exclusivo na crise interna e em mostrar que este governo de Sócrates está esgotado.

Algumas conclusões se podem tirar dos resultados, vejo 3 derrotados, o PS (governo) por vários motivos, desde a crise do pais, alguns casos por esclarecer de Sócrates e pela escolha num comunista para seu candidato.

Depois temos a CDU, que teima em dizer sempre que foi uma vitória, mesmo com os resultados à frente dos olhos. É um partido que não cresce, não se moderniza e que se vê hoje ultrapassado pelo Bloco de Esquerda, algo que nunca tinha sucedido.


Para terminar, o CDS-PP sempre com gente educada, de bom aspecto, mas que está em queda livre.


Os vencedores são claramente o PSD, que mostra a todos que ainda duvidavam, que é a única força capaz de fazer frente ao PS, seja com Manuela Ferreira Leite ou outro qualquer, porque é o maior partido português.


E por fim, o Bloco de Esquerda, que consegue ser um partido de esquerda mais alegre, mais moderno e mais jovem que o PCP.

Mas atenção, os partidos de esquerda juntos continuam a não superar a direita.


Uma palavra aos partidos pequeninos e àqueles que teimam em nascer no actual panorama politico português, não vale a pena. O povo português não quer mais partidos, para mentirosos e ladrões já bastam os de sempre.

Para terminar, uma conclusão óbvia, em Portugal as vitórias nas eleições serão sempre divididas entre PSD e PS, o resto são cantigas...

4 comentários:

Pure disse...

Dizemos basta mas já foi tarde. Mas, para mim, a grande vitoria foi da esquerda!

José disse...

Achas? Bem, a esquerda acha sempre que ganhou, é uma forma de ver os maus resultados sempre de sorriso nos lábios.
Nenhum partido da esquerda chega aos 11% e juntos Fazem 21%, não chegando aos 24% do PSD.
Se achas que isso é uma vitória...

Miguel disse...

aos novos partidos nao sao permitidas quaisquer veleidades, porque sao segregados pelos mais mediáticos e pelo conformismo de um povo que, sabendo do que nao sao capazes os principais partidos e políticos, nao estão dispostos a perderem cinco minutos ou a arriscarem, ouvindo ou elegendo pessoas novas e ideias novas. PS, PSD, esquerda, direita, nós temos aquilo que merecemos.

disse...

Também, não era possível haver milhares de professores, enfermeiros, mineiros, operários diversos, polícias, etc, etc na rua e isso não ter tradução em votos. Deu nisso!!!