domingo, junho 14, 2009

SONHO ACORDADO













No mundo dos sonhos

A saudade tem sabor a mar salgado

A esperança é um barco à deriva

num enorme oceano sem fim

no desejo louco de
te ter
junto de mim.

No mundo dos sonhos

Sou poeta sem o ser,

escrevo as palavras que

queria mas não te consigo dizer.

No mundo dos sonhos

Sou pintor sem saber pintar

e desenho o teu rosto em cada carta

que nunca te vou entregar.


No mundo dos sonhos

Sou amante sem ser amado,

imagino que realmente existes

enquanto sonho
acordado.



Luis Teixeira

3 comentários:

Furnas disse...

Finalmente, muito bem

lumadian disse...

Podes crer! Demorou tanto tempo e não consegui o que queria!

disse...

A mim, a saudade sabe-me a agridoce.
Mas gostei do pleonasmo "num oceano sem fim".